Ópio apaixonado

Um texto não muito novo, mas que ainda faz muito sentido. E espero que continue fazendo, por muito tempo.

(…) Abri a boca para falar, mas empaquei. Parece que travou de repente, tão de repente e tão sincero quanto a vontade de falar que chegou sem dar sinais. Apenas parecia destinada toda a vida a sair, uma frase que foi feita para aquele momento, exatamente aquele, e que a partir de hoje todo mundo ia ter que pagar direito autoral ao verdadeiro criador dela – eu, claro. Foi estranho, ela veio na ponta da língua e parou, como um pássaro que acha a porta da gaiola aberta e por institnto vai rumo à saída, mas pára e apenas coloca a cabeça de fora quando lembra o mundo confuso e aniquilador que há ali fora (…)

Para continuar lendo, clique aqui.

Ou vá até a Revista Paradoxo, que está fazendo uma pausa mas volta já.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s