Ópio de volta

Após uma semana em branco, postei agora o texto “Primeira de muitas”, um relato quase que completamente real sobre a minha primeira desilusão amorosa. Aos 6 anos. Um trechinho:

“(…) A molecada que ocupava as casas de veraneio naquele janeiro de poucos ventos passava as manhãs na praia e as tardes na rua São Paulo, indo do pique-esconde às peladas no chão de pedras pontudas, do pique-pega aos jogos de vôlei com rede pendurada entre os postes, do elástico ao “frênis” – um jogo criado por nós que misturava algumas regras do tênis e do frescobol. Suar era uma constante para aqueles garotos. Mas derreter-se por uma garota ainda era de certa forma novidade (…)”

Para ler o texto todo, já sabe: clica aqui.

Anúncios

Um comentário sobre “Ópio de volta

  1. gracinha…
    eu tambem saio pingando do banho, mas nunca pensei que fosse genialidade secar ao vento. Pensei que fosse somente preguica de me enxugar.
    beijos!
    ta sumido!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s