Watchmen está próximo

Um dos filmes mais esperados dos últimos tempos é a adaptação dos famosos quadrinhos que, dizem os especialistas, fizeram história no meio (para saber mais, leia este ótimo texto do Plínio Uhl). “Watchmen” estréia finalmente nesta sexta em todo o mundo, mas já anda dando o que falar.

O negócio é que, ao que parece, a “melhor história em quadrinhos do mundo” não vai ter uma versão para o cinema à altura. As primeiras resenhas já começaram a pipiocar e não são nada animadoras. O Metacritic já possui uma página do filme e contabiliza, até agora, 5 reviews. Mas a nota média é de assustar: 30/100.  Publicações de envergadura moral como Variety, The New Yorker e The Hollywood Reporter escracharam a fita, enquanto a Empire foi, até agora, a única a falar bem de “Watchmen”.

E você, conhece a saga dos heróis de verdade? Acha que o filme vai dar certo?
Comente. Sexta-feira a gente tira as dúvidas.

Anúncios

2 comentários sobre “Watchmen está próximo

  1. Hummm, tenho medo de adaptações de quadrinhos para os cinemas (e isso tb vale para o mundo dos games). Poucos foram os filmes que vi e que me conquistaram, que realmente se desencadearam em belas produções. Um ‘Homem-Aranha 2’ talvez (mesmo assim, a franquia não foi lá grandes coisas), ‘Homem de Ferro’, ahh, e tb gosto do Sin City, que convenhamos, ficou uma adaptação fiel. E cheguei a comprar o filme uma vez que encontrei por míseros 5 reais numa loja de Vitória (e este é um filme que vc sempre quero rever).

    Agora, quanto ao Watchmen (cuja história e origem são bem obscuras pra mim) é questão de aguardar. Para os fãs, que venha um filme à altura, para os cinéfilos ecléticos em geral, que venha um filme que conquiste e que possa gerar uma franquia convincente.

    Abraços.

  2. Nessas horas, gostaria de não ter lido a minissérie para enxergar o filme por si só. É fato que a mera visualização das personagens em carne e osso e dos quadros em movimento já empolga o leitor (falo por mim, hehe). A possibilidade de uma adaptação é mencionada desde a década em que a série foi lançada.

    No entanto, é ingenuidade esperar que o filme alcance no cimema a mesma repercussão que a minissérie nos quadrinhos. Até porque os motivos pelos quais a história original ficou conhecida, de temas a formato, são próprios da mídia para a qual ela foi escrita e não são reproduzíveis em outra. A julgar pelas prévias, o filme é uma transposição de eventos, desprovidos de significados.

    Independente disso, Zack Snyder, para mim, nunca foi o diretor ideal para filmar a série. Seu ritmo de videoclipe não combina com a ambientação noir. Seu portifólio de filmes (dois!) também nunca exigiu interpretações profundas de seus atores, diferente da série, que interrompe a trama central várias vezes e dedica um capítulo inteiro para viajar na psiquê de cada personagem.

    De resto, salva-se a fidelidade visual, algo que já foi experimentado antes (sin city, 300) e é o mínimo esperado, a preservação de referências (nixon, billie holliday), as mudanças na trama (necessárias, com certeza) e a história em si e seus temas, que ainda são novidade entre os super-heróis no cinema.

    Isso não é suficiente para se fazer um filme completo. Fica a expectativa para saber se faz, ao menos, um bom filme.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s