O meu Oscar

O Oscar tá chegando – domingo é o dia em que descobriremos quem são os agraciados pelo prêmio mais importante da indústria do cinema. E que fique bem claro: mais importante da indústria, e não do cinema como expressão artística. Mas, mesmo assim, é sempre divertido conferir a festa, acompanhar os vencedores e, principalmente, dar pitaco sobre quem vai se dar bem e quem vai se dar mal.

Eu vou fazer a minha parte. Vai aqui embaixo alguns dos indicados e as minhas opiniões sobre quem deve ganhar e quem eu gostaria que ganhasse. Só pra dizer que não falei do Oscar.

Melhor ator

George Clooney (“Conduta de Risco”)
Daniel Day Lewis (“Sangue Negro”)
Tommy Lee Jones (“No Vale das Sombras”)
Viggo Mortensen (“Senhores do Crime”)
Johnny Depp (“Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet”)

Eles: Não vi “Sangue Negro”, mas a crítica em peso está entregando o prêmio de bandeja para Daniel Day-Lewis. Não duvido, o cara é realmente um ator fora de série.
Eu: Achei o Depp apenas bom no musical do Tim Burton, e mesmo sem ter visto o filme acho que o Day-Lewis devia levar, mesmo. Bom, George Clooney também mandou bem como Michael Clayton…

Melhor ator coadjuvante

Casey Affleck (“O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford”)
Javier Bardem (“Onde os Fracos Não Têm Vez”)
Philip Seymour Hoffman (“Jogos do Poder”)
Hal Holbrook (“Na Natureza Selvagem”)
Tom Wilkinson (“Conduta de Risco”)

Eles: Javier Bardem, na minha opinião, só tem um grande concorrente neste domingo: Tom Wilkinson. Mas acho que vai dar o espanhol.
Eu: claro, depois do assustador Anton, impossível pensar em outro ator pra ganhar essa categoria.

Melhor atriz

Cate Blanchet ( “Elizabeth: A Era de Ouro”)
Julie Christie (“Longe Dela”)
Marion Cotillard (“Piaf – Um Hino ao Amor”)
Laura Linney (“The Savages”)
Ellen Page (“Juno”)

Eles: Julie Christie e Marion Cotillard disputam pau a pau o prêmio. Mas a experiente Christie pode ser surpreendida…
Eu: Cotillard na veia. Amei a Ellen Page, mas a Piaf é incomparável.

Melhor atriz coadjuvante

Cate Blanchett (“Não Estou Lá”)
Ruby Dee (“O Gângster”)
Saoirse Ronan (“Desejo e Reparação”)
Amy Ryan (“Gone Baby Gone”)
Tilda Swinton (“Conduta de Risco”)

Eles: Cate Blanchett vai levar por ter feito um Bob Dylan quase perfeito.
Eu: não vi “I’m Not There”, mas só o que vi no trailer e em imagens soltas já garantem o Oscar pra Blanchett.

Melhor filme

“Conduta de Risco”
“Onde os Fracos Não Têm Vez”‘
“Sangue Negro”
“Desejo e Reparação”
“Juno”

Eles: pra ser curto e grosso, acho que “Sangue Negro” só não leva se resolverem premiar “Desejo e Reparação”.
Eu: pra mim, os Coen na cabeça.

Melhor filme de animação

“Ratatouille” (Brad Bird)
“Tá Dando Onda” (Ash Brannon and Chris Buck)
“Persépolis” (Marjane Satrapi and Vincent Paronnaud)

Eles: na lata: “Ratatoille”.
Eu: Idem: “Ratatoille”.

Melhor diretor

Tony Gilroy (“Conduta de Risco”)
Jason Reitman (“Juno”)
Julian Schnabel (“O Escafandro e a Borboleta”)
Paul Thomas Anderson (“Sangue Negro”)
Ethan e Joel Coen (“Onde os Fracos Não Têm Vez)

Eles: acho que essa vai para Joel e Ethan Coen
Eu: nem vi “Sangue Negro”, gosto muito do estilo do Reitman e dos Coen, mas acho que devia dar P.T. Anderson.

Melhor direção de arte

“O Gângster”
“Desejo e Reparação”
“A Bússola de Ouro”
“Sweeney Todd – o Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet”
“Sangue Negro”

Eles: categoria complicada, mas acho que os caras tendem a premiar filmes de época como “Desejo…”
Eu: achei a reconstituição de “O Gângster” fantástica, assim como a Londres gótica de “Sweeney Todd”, mas acho que ficaria com a bela criação de “A Bússola de Ouro”.

Melhor fotografia

“O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford”
“Desejo e Reparação”
“O Escafandro e a Borboleta”
“Onde os Fracos Não Têm Vez”
“Sangue Negro”

Eles: a bela fotografia de “O Escafandro e a Borboleta” deve garantir para o longa um Oscar – até mesmo como forma de justiça, algo como um prêmio de honra.
Eu: acho fantástico o clima um tanto sombrio e esfumaçado dado pela fotografia de ” O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford”, e torço por ele.

Melhor roteiro adaptado

“O Escafandro e a Borboleta”
“Onde os Fracos Não Têm Vez”
“Desejo e Reparação”
“Longe Dela”
“Sangue Negro”

Eles: acho que a briga aqui fica entre “Desejo e Reparação” e “Sangue Negro”.
Eu: eu premiaria a fidelidade de “Onde Os Fracos Não Têm Vez”.

Melhor roteiro original

“Juno”
“Lars and the Real Girl”
“Conduta de Risco*
“Ratatouille”
“The Savages”

Eles: e eis que “Juno” finalmente leva alguma coisa pra casa.
Eu: fico com “eles”: voto em “Juno” também.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s