2 a 1 pros bons no cinema

Fim de semana de idas ao cinema. “Juno” na sexta, “Meu Nome Não É Johnny” no sábado e “A Vida Dos Outros” no domingo. Vai aí rápido olhar sobre cada um deles.

Meu Nome Não É Johnny – Não é implicância, mas o filme brasileiro é ruim. Atuações fracas, a mesma história de sempre (garoto de classe média se envolve com o tráfico e se fode no final), uma tentativa cara-de-pau de tornar o tal João um heroizinho, a mãe dele chorando lá atrás enquanto ele aqui na frente está dizendo que não sabia o que estava fazendo, que foi indo, indo, indo… sem contar a canalhice do filme em afirmar que o rapaz não participava de uma quadrilha. Espectador não é burro, não. Se todo aquele esquema dele não constitui formação de quadrilha, então tá liberado pra todo mundo abrir uma falsa peixaria que vende cocaína. Queria ver o Capitão Nacimento interrogando o “inocente” João Estrella. Aí sim daria um belo filme.

Juno – Esse vai ganhar uma resenha no Outernative. Uma delícia de filme. Ellen Page, o roteiro doce, a fofa trilha sonora original de Kymia Dawson e a direção intimista de Jason Reitman são os destaques.

A Vida Dos Outros – Vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2007, esse filme alemão foi muito elogiado no ano passado e entrou em diversas listas de melhores de 2007 – mas que só chegou à Vitória agora. E realmente dá pra entender tudo o que se falou dele. Filmaço, uma história emocionante, muito bem contada, com um roteiro cheio de pequenos detalhes, reviravoltas, surpresas e ainda muito bem interpretado.

Anúncios

Um comentário sobre “2 a 1 pros bons no cinema

  1. “Meu Nome..” foi o pior filme que Selton Mello fez, FATO! Assino em baixo do que escreveu, apesar de que não o considero ruim. Acho que decepcionante ficaria melhor, pois o filme serve para passarmos o tempo assitindo, mesmo não valendo o ingresso que paguei.
    “Juno” é meu supra-sumo. Ellen page confirma o que eu disse há dois anos quando a vi em Menina.Má.com. É uma das melhores atrizes desta nova safra. Eu disse que não demoraria muito para ela ser reconhecida. Só precisaria de um bom diretor e um bom roteiro. Assim, Juno caiu com uma luva. Excelente!
    A Vida dos Outros realmente é deslumbrante. Um roteiro que poderia dar errado mas é fechado com chave de ouro. Fui na fé de ver um filme bom, pelo que li dele, e realmente não me arrependi. Fenomenal!
    Abs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s